novembro 28, 2022

A pureza de coração (Homilia Diária.1603: Terça-feira da 28.ª Semana do Tempo Comum)

A pureza de coração (Homilia Diária.1603: Terça-feira da 28.ª Semana do Tempo Comum) 1

Em nome do Pai e do Filho
e do Espírito Santo. Amém.   Meus queridos irmãos e irmãs, no Evangelho
de hoje, Jesus entra num conflito com os   fariseus por causa dos rituais de purificação e
Jesus, então, conclui o Evangelho dizendo assim:   “Insensatos, antes da esmola do que vós
possuís e tudo ficará puro para vós”,   qual o significado desta frase de Jesus? Bom, em
primeiro lugar, vamos entender o que é a pureza,   se nós formos olhar, por exemplo, os metais,
quando você olha para a prata, a prata, como você   diz que a prata é pura? A prata é pura se ela não
estiver misturada com metais inferiores, metais   de menor valor, por exemplo, se tiver ferro no
meio da prata ela não é pura, mas, se acontecer,   por exemplo, que você misture a prata com o
ouro? Você não diz por isso que ela está impura,   por quê? Porque claro ela está misturada com um
metal superior que a tornou-se ainda mais valiosa,   então é isso que acontece com o nosso coração.
Veja, o que torna o homem puro? O que torna o   homem puro é exatamente este contato com Deus,
com a caridade divina, quando o Espírito Santo   derramado em nossos corações faz com que nós
não sejamos puramente homens, meramente homens,   simplesmente humanos, mas comecemos a ser
seres humanos que vivem uma vida divina,   você vai dizer: “Mas isso não é pureza”, sim, não
é pureza no sentido de que é meramente humano,   mas é pureza no sentido que nós estamos misturados
com um metal superior, nós estamos misturados com   a vida divina, então, aí somos verdadeiramente
purificados. No Evangelho de hoje nós vemos o   esforço infeliz dos fariseus e mal sucedido de
quererem se purificar com suas próprias obras,   ou seja, com sua própria obediência e observância
dos pequenos preceitos, como se o homem pudesse   produzir sua própria salvação e pudesse assim
se purificar dos seus pecados, não, só existe   um caminho, é que o Espírito Santo derramado em
nossos corações nos dê a verdadeira caridade e   o verdadeiro amor divino, então o nosso amor
humano, misturado com o amor divino será puro,   será de uma pureza superior, algo
verdadeiramente agraciado, sobrenatural. Jesus,   vendo que os fariseus cumpriam pequenas normas,
mas deixavam de lado a verdadeira caridade divina,   lhes chama a atenção e por isso conclui esse
Evangelho dando como exemplo o preceito da esmola,   a esmola que os fariseus deveriam dar e tudo
será puro é dizer: “Desapegai-vos de vós mesmos,   enchei-vos da caridade divina” e então, aí sim,
seremos puros porque poderemos realizar proezas,   Deus quer isso de nós, Deus quer que nós vivamos
já aqui nesta vida, uma união com Ele, mas nós,   pobres homens e miseráveis, precisamos de
uma intervenção cirúrgica, precisamos que   Deus arranque de nós o nosso coração de pedra
e nos dê um coração novo e esse coração novo   veio através de Jesus. Jesus é o coração que tinha
sido prometido no Antigo Testamento aos Profetas:   “Dar-vos-ei um novo coração”, Jesus é o coração
plenamente humano onde Deus habita e o Espírito   Santo faz com que o coração do Filho de Deus que
se fez Homem tenha essas chamas de amor divino.   Eis aí o coração puro, aquele coração abrasado
de amor e de caridade divina. Que Nosso Senhor   nos ilumine para que nós não tenhamos ilusões, não
queiramos nos salvar com nossos próprios méritos e   nossas próprias ações, não, é através da caridade
recebida, recebida de Deus, no Espírito Santo, que   nós estão realizaremos sim, méritos, realizaremos
proezas, porque estaremos agindo não nós,   mas Cristo que vive em nós. Deus abençoe você. Em
nome do Pai e do Filho e do Espírito Santo. Amém.   Nós temos uma única finalidade
nessa vida, uma única vocação,   não existem duas vocações, tem uma
vocação só, eu não nasci para ser padre,   você não nasceu para ser leigo, você não nasceu
para casar, não nasceu para ser religioso,   religiosa, monge, monja, você
não nasceu para nada disso,   nós todos nascemos para uma coisa, para
o Único Necessário, disse Jesus a Marta,   o Único Necessário é nós nos unirmos
a Jesus, nós nascemos para isso.

4.8/5 - (203 votes)