junho 15, 2024

05 Dicas Para Contratar Bons Pedreiros! – Larissa Reis Arquitetura

05 Dicas Para Contratar Bons Pedreiros! - Larissa Reis Arquitetura 1

Então nessa cozinha aqui a
gente vai optar em usar o material artificial. Você está
em dúvida? Ai espera ai. Oi querida, tudo bom? Oo Larissa , ta complicado aqui Calma o que que está
acontecendo? Meu pedreiro Larissa, ele só me dá problema! Ele fez meia esquadria errada de novo? Mais uma vez! E quer te cobrar por fora? que fazer contratação de mão de
obra não é fácil e pode virar um pesadelo por isso que eu vou
te dar cinco dicas aí seis. Seis dicas porque você vai ter
que ficar até o final pra saber todas as dicas para evitar esse
erro aí na sua obra. Calma que eu vou te ajudar. Sim a
contratação de uma boa mão de obra é um dos pontos mais
importantes pra você ter um resultado final de obra
excelente não adianta um projeto maravilhoso ou aí uns
revestimentos super luxuosos maravilhosos se você não tem
uma mão de obra e eu sei que pra quem não tem esse trâmite
né? Não sabe muito lidar com isso sempre se torna aí um
terror então vai começar te dando assim a primeira dica na
hora que você vai escolher a sua mão de obra o seu pedreiro
primeiro que você tem que entender qual é a especialidade
dele se ele é um pedreiro de acabamento, se ele vai fazer a
meia esquadrilha que você gostaria ou se ele é um um
pedreiro de obra bruta que é a parte de levantar, na verdade é
o pedreiro de acabamento hoje, muita gente chama de
azulejista, ele mexe só com a parte de acabamento, só com a
parte de instalação de revestimento, instalação de
bancada, então ele tem um trato mais fino, mais conhecimento
nessa área. E o outro ele tem mais conhecimento na parte de
entijolar, rebocar, então fazer essa obra subir sabe? Então são mãos de
obra diferentes aí com qualificações diferentes. Então
essa aí é a primeira dica. Já a segunda dica é pra você
entender se realmente ele é o profissional que você deseja.
Você precisa de ver o portfólio dele. Que seja por foto ou pede
ele pra ir numa obra que ele já fez. Porque assim. Te falar ah
não eu faço acabamento. Eu faço meia esquadria. Eu consigo fazer
um projeto dessa forma. Mas talvez ele nem tem conhecimento de realmente
o que você quer, então vá, dê uma olhada pra você entender, pegue
ali um histórico de trabalho dele pra você ver se realmente
é aquele tipo de acabamento que você quer pra sua obra então tá
depois disso aí você escolheu a sua mão de obra achou aquele
pedreiro com acabamento impecável e você vai fazer o
trato com ele ó eu quero aí que você faça a minha cozinha o meu
banheiro e a minha sala aí vem a terceira dica não deixa isso
de boca faça um contrato. Esse contrato não precisa de
ser um contrato tão formal descreva no papel quais são
os serviços contratados qual é o prazo e quais são os valores
tá? Não seja no papel descreva isso no WhatsApp envia um um
envio pro outro e escreve de acordo assim vocês estão vão
ter registrado o que realmente está naquele escopo do trabalho
sabe? E também você vai colocar assim o que que vai estar fora
desse escopo ah olha só se você demorar aí dois dias pra
entregar material nessa obra, faltar
material, minha equipe vai ficar parada, então eu não
consigo bancar isso. Ou então eu vou sair, vou fazer outra
obra e vou voltar. Cês vão precisar de ter nesse contrato
tudo muito bem definido. Ah, ó, eu vou fazer isso aqui sem
meia esquadria. Pra fazer meia esquadria, eu vou cobrar nove
reais o metro linear. Tem pedreiro, tem azulejista que
cobra o metro linear da meia esquadria. Isso é um
problema? Não. Desde que seja acordado antes. Então tudo que
você for fazer esteja bem registrado pra não ter interpretações porque
às vezes gente não é de má fé é porque um entendeu uma coisa um
entendeu que a meia esquadria estava incluso e o outro achou
óbvio que a meia esquadria era um outro trabalho e isso não
estava incluso então para dar tudo certo registra, tá bom? tudo certo registra está bom? A
quarta dica eu vou falar como eu prefiro contratar está? Eu
prefiro contratar por empreitada empreitada é o
serviço completo eu chamo a mão de obra e falo assim olha só
vou reformar essa cozinha o serviço vai ser, remover todo o
revestimento, instalar esse revestimento aqui, instalar
essa nova bancada, fazer a tubulação de gás, enfim, vou
falar com ele todo o escopo, ele vai descrever o valor de
cada coisa e vai me dar um valor final, pra fazer esse
trabalho completo, o valor é esse aqui, é X vamos pôr lá, é
dez mil reais, esse valor de reformar isso tudo, certo? Tá.
Então ele tá colocando uma margem ali de dez, quinze por
cento um pouco a mais do que se eu fosse pagar ele por dia,
falar que demoraria ali trinta dias, vinte e cinco dias pra
fazer esse serviço como se fosse a dia, eu pagaria ele um
pouquinho menos, porém se eu for analisar só dia, tá? Porém
eu vou correr um risco disso ser muito variável. Quando eu
contrato por empreitada, eu tenho certeza desse valor não
vai se esticar. Então, eu gosto disso, eu prefiro pagar um
pouquinho a mais pra essa mão de obra. Primeiro, ficar mais
satisfeito e trabalhar comigo bem bem feliz, vamos falar
assim, tá bem acordado entre os dois lados e segundo que sim,
se você trabalha por dia, pode que ah não falta só colocar
essa tubulação aqui é rapidinho mas meia hora mas já deu ali
quatro horas cinco horas a mão de obra vai embora vai deixar
pro outro dia aí vai precisar do reboco secar pra colocar o
revestimento então vai-te atrasar ali a obra inteira
quando é por empreitada ele usa muito bom senso de falar assim
não se eu colocar essa tubulação aqui agora vou
conseguir dar o acabamento aqui do cimento para amanhã isso já
está bem seco para colocar o revestimento porque a hora dele
é valiosa para ele também então por isso que eu vou te a
contratar por empreitada tá? É a forma que eu mais gosto mas
lógico gente eu trabalho também com algumas mãos de obra que
trabalha com o dia de uma forma muito justa tá? Tem que ver
avaliar qual que é a melhor forma mas eu acho que a forma
de não dar erro é você combinar o pacote fechado mas não
esqueça de escrever tudo que está nesse serviço está bom? A
quinta dica é pra você acompanhar essa obra muito de
perto mesmo que sua mão de obra seja incrível aí você precisa
de estar ali pra administrar essa obra mesmo entender o que
aconteça ou contratar um gestor de obra, que pode ser um arquiteto
que vai ficar de olho ali. E antes disso, fazer um projeto,
por quê? O projeto, você vai entender quais são os
revestimentos, qual vai ser a paginação, então, seu o pedreiro
vai trabalhar muito mais rápido, que isso tudo tá
definido no projeto, quais são quais são os metais que você vai comprar,
então cê vai ter já essa obra toda toda pronta pra
simplesmente ser executada, lembra que o o trabalho do
pedreiro é executar a obra, não é te dar sugestão do que você
vai fazer, isso demanda muito mais você atrasa o trabalho
desse pedreiro. Então cada um no seu papel faça um projeto,
gerencie a sua obra como dono né? Ou contrata um gerente de
obra e coloca o pedreiro pra executar, certo. E lógico, o pedreiro
tem uma expertise de obra porque ele faz um volume
de obra muito grande. Então ele tem uma expertise muito boa que
aí o profissional que você contratar como gerente e como
projeto o ideal é sempre ele trocar essa ideia com quem tá
executando que aí sim a sua equipe vai tá afinada não agora
eu tô com um projeto alinhado, com gerenciamento muito bem
alinhado de obra com a minha execução, certo? Então é isso. Eu falo que ó, olho do dono que
engorda o porco, Você já ouviu isso? É o olho do dono
que sabe que tá tudo certo, que tá tudo organizado ou o
gerente. Então isso é um bom investimento ou você vai tirar
um pouco do tempo do seu trabalho, né? Que cê vai deixar
de trabalhar, vamos falar uma hora, duas horas por dia pra
ver se tá tudo certo com sua obra ou uma mão de obra que você vai
contratar aí, ou um serviço de gerenciamento Agora vamos pra próxima.
Sexta dica, a última dica que é bem valiosa. Se sua
obra é grande, evite contratar o pedreiro que trabalha
sozinho. Por quê? Porque você vai precisar de vários tipos de
serviço ali. Desde pedreiro pra rebocar, o pedreiro de
acabamento, a o eletricista que vai passar toda a fiação
pra ligar sua cozinha por exemplo, vai precisar do
gesseiro, então é uma equipe, né? Um multidisciplinar ali que
você precisa de entender se eles tão trabalhando bem. Se
você contrata mão de obra que trabalha sempre isolado, que
nunca trabalhou com essa equipe é muito complexo dá certo,
porque assim ó, ah eu não, meu revestimento não deu certo
porque o cara que fez o reboco ele fez o reboco torto. Ah eu fechei o gesso aqui sem a fiação porque o eletricista
não tava aqui pra deixar a fiação no ponto. Então não dá
mais pra colocar aquele spot que você gostaria ali. Então
essa é a dica muito valiosa. Eu gosto muito de uma equipe não,
pessoas que já estão acostumadas a trabalhar junto.
Então, a gente vai ali pra aquelas mini construtoras que
já tem a equipe toda ou um construtor mesmo ou uma
construtora de grande porte, que aí tem uma equipe muito
mais afinada, você tem que ver o que que cabe dentro dessa
realidade pra você se encaixar, talvez são pessoas que tenha,
né? Cada um a sua empresa ali, um de acabamento,
outro gesseiro, outro eletricista, porém eles já
estão acostumados a trabalhar juntos. Gente se você tem um
arquiteto que consegue te indicar uma linha de serviço
que ela gosta de trabalhar escute isso vai te evitar muito
problema porque todo mundo já está ali trabalhando
redondinho sabe ler projeto sabe entender o que que aquela
arquiteta já quer então isso é muito valioso ter uma mão de
obra já alinhada afinada em projeto no projeto daquela
arquiteta e também afinada em trabalhar junto tá? Vai ser
muito mais fácil de trabalhar e eu gente vou contar Quando eu
mudei pro apartamento que eu moro hoje, a gente começou a
fazer a obra, né? Tinha a construção bruta que foi o
condomínio que fez que a gente vai falar sobre isso, né? Que é
aquela obra em conjunto, em breve eu falo, mas aí olha só,
a gente fechou o forro de gesso. Na hora que a gente foi
ligar, testar a hidráulica, começou a vazar no meu forro de
gesso do da cozinha. E aí a gente foi descobrir que o
pedreiro da parte de baixo, pegou um joelho que tava na
tubulação antes de fechar pra fazer o teste, não avisou o
gesseiro porque o gesseiro não trabalhava na aquela equipe era
de outro. Então essa equipe não alinhada pode trazer vários
transtornos, vários prejuízos que infelizmente ninguém vai
arcar. É sempre o dono de da obra que vai arcar com esse
prejuízo. Então fique ligado nessa nessas dicas aí. Se você
passou por algum perrengue que você não cumpriu essas dicas me
conta, conta aqui, me deixa esse depoimento. Se você quer
mais dicas como essa, comenta aqui também, tá bom? Um beijo
grande, até ao próximo vídeo. Um beijo com Deus. Tchau. Vem cá bem pertinho que eu voltei para te dar uma última dica. Eu
acho que tudo na verdade é bom senso e saber conversar as
vezes a gente por achar que tá na obra, a gente tem que falar
de uma forma mais ríspida ou mais bruta e gente não
precisa disso, vamos conversar do mesmo jeito que você quer
ser entendido, a mão de obra também quer, então por isso que
a conversa é a melhor solução pra isso. Converse bem, entenda
o que que tá acontecendo de forma bem gentil pra aí sim
vocês tirarem suas conclusões, sabe? Eu acho que quando tem
gentileza dos dois lados, tudo fica acordado. É isso sim, eu
acho que a última dica, a sétima dica valiosa extra aí
é que você esteja aberta a conversa, a esclarecer as
coisas dentro de uma obra, porque tudo bem conversado, o
conversado não sai caro, é isso, tá? Mais uma coisa, toda
mão de obra tem muito a acrescentar. Arquitetos,
arquitetos mesmo que vão pra obra e fala assim, ah eu não
gosto que o pedreiro dê pitaco no meu projeto, porém pode ser
que ele vai te falar de uma forma técnica e olha se cê
passa a tubulação por esse lado aqui vai te economizar isso por
causa disso de disso, porque ele tem uma expertise, basta só você
escutar, entender, analisa se isso vai agregar a sua obra, ao
seu projeto e aí sim você toma decisão, não fica fechado
assim, não, não quero opinião, não quero sugestão, abre o
coração e conversa, tá? Essa é a minha última dica aí pra
vocês. Um beijo grande, agora eu vou.

4.8/5 - (167 votes)