dezembro 7, 2022

Entenda o sistema político no Brasil – OS 3 PODERES – de um jeito SIMPLES

Entenda o sistema político no Brasil - OS 3 PODERES - de um jeito SIMPLES 1

* Introdução maneira do Nostalgia Expresso* Câmara dos Deputados.
Legislativo, Executivo… Senado, STF, Ministério Público… Meu Deus, velho. Eu aposto que você também vê as notícias
e não entende absolutamente nada. Você sabe como funciona a política no Brasil? Olá, meus queridos amigos!
Tudo bem com vocês? Eu sou Felipe Castanhari, muito bonito e… eu ví lá no meu Instagram (@fecastanhari),
– que você pode seguir lá – muita gente comentando, pedindo um vídeo
sobre a situação política sobre como funciona a política no Brasil
e eu resolvi atendê-los, porque vocês pediram lá no meu Instagram
e eu sempre olho lá, só fotos maravilhosas. Sigam lá <3 Nosso país tá passando por uma
das maiores crises políticas de sua história. Todo dia se descobre algum escândalo novo de corrupção. E um monte de políticos e empresários
estão indo para a cadeia. E uma porrada de outros
estão sendo investigados. Aí um desses caras vai lá
e faz a famosa ‘delação premiada’. Que basicamente
é entregar TODO MUNDO que tá no esquema em troca de uma diminuição na sua pena. Aí por causa da delação, descobrimos que
aquela corrupção é ainda maior Aí você fica:
Porra, como é que… e agora? Mas a questão é: Você por um acaso entende tudo
que está sendo noticiado? Porque é extremamente fácil se perder no meio de várias nomenclaturas
que você não faz ideia do que significam. Falam de Congresso Nacional, STF,
Ministério Público… Velho, é tanta sigla,
que fica difícil entender Quem manda em quem?
Quem decide o quê? QUEM PRENDE QUEM? E a questão é que
PRECISAMOS entender isso! Porque são essas pessoas e instituições que vão definir o que vai acontecer
com o Brasil daqui pra frente. E é isso que eu vou tentar explicar nesse vídeo
de uma maneira bem simples Não é pra se aprofundar, é pra ser simples pra você entender. Como o governo brasileiro funciona? Como ele deveria funcionar? Nosso sistema de governo aqui no Brasil
se chama ‘Presidencialismo’ Até aí fácil. Só que isso não quer dizer
que o presidente manda em tudo. Ele é obviamente a pessoa mais importante do governo
mas ele não tem poderes absolutos. Porque caso ele tivesse, ele seria um ditador.
Igual o gordinho lá da Coréia do Norte. Que gosta de soltar míssil na cabeça dos outros,
igual esse cara. O nosso Estado Brasileiro é formado por algo que você já deve ter ouvido falar na escola
ou em algum momento da sua vida. OS TRÊS PODERES! E pra você entender melhor como funciona
a divisão desses três poderes. Vamos fazer de conta que estamos falando
de uma empresa que tem três diretorias diferentes. A primeira diretoria se chama “Poder Executivo” que basicamente administra essa empresa. Ou seja, administra o Brasil. Nossa segunda diretoria
é chamada de “Poder Legislativo”. É a parte da empresa que define as regras por alí. Como, por exemplo
Sexta-feira é dia de usar (roupa) causal e também não pode matar
o coleguinha da outra baia. Então é claro, as regras dessa empresa
são equivalentes às leis do nosso país. E se rolar algum conflito
por causa dessas regras né, as leis… quem vai cuidar dessa treta
é a nossa terceira diretoria… chamada “Poder Judiciário” Até aqui tudo bem, tranquilo, certo? Só que a questão é que essas três diretorias não têm só uma ou duas pessoas trabalhando nelas.
Na verdade… o que não falta dentro de cada uma dessas diretorias
são gerentes e coordenadores. Então, vamos olhar os principais departamentos
de cada uma dessas diretorias porque aí você vai começar a entender melhor
como elas funcionam. O grande chefe da nossa primeira diretoria da diretoria do Poder Executivo,
é o nosso Presidente. O presidente da nossa empresa, né?
Ou seja, o presidente do Brasil. E tem um monte de gente assessorando ele.
Tem assessor pessoal… Secretário da Comunicação,
Assessor especial, enfim. Mas o que importa aqui pra gente
são os Ministérios. Se estamos pensando no Poder Executivo como
uma das diretorias da nossa empresa ‘Brasil’ então os ministros desses ministérios seriam, tipo Gerentes nomeados pelo Presidente para cuidar de determinadas áreas da empresa. Por exemplo, teria o ministro do RH que iria gerenciar alí, toda a questão do RH na empresa. No Brasil temos coisa como o ministro da Educação que cuida das escolas e universidades. O ministro da Fazenda, que é o gerente
da economia do País. e por aí vai… Então calma, não ache que o ministro da Fazenda cuida da qualidade dos nossos bois e vacas no Brasil. Não. Então este é o Poder Executivo. Agora vamoso ver outra diretoria
chamada de Poder Legislativo. Essa diretoria é o nosso Congresso Nacional que fica naquele prédio que todo mundo conhece com as duas torres…
e as bolas né… E o Congresso na nossa empresa é um departamento
que tem duas equipes diferentes. Com quinhentos e treze Deputados de um lado e oitenta e um Senadores do outro. São essas pessoas
que fazem as regras da nossa empresa ou seja, as leis do nosso país. E esses caras são importantes pra cacete. Além disso muita coisa que o presidente
da nossa empresa quiser fazer precisa ser aprovada pelo Congresso. Por exemplo, o presidente da nossa empresa
acorda e fala assim: Não, a partir de hoje todo mundo vai usar roupa rosa na empresa aqui na Segunda-Feira.
Segunda é o dia da roupa rosa. Não é assim que funciona, porque o projeto dessa lei
precisa passar antes pelo Congresso. Aí lá rola uma votação pra ver se ela é aprovada ou não.
PORÉM… O presidente pode fazer também um negócio chamado
“Medida Provisória”. Que é algo que precisa começar a ser cumprido imediatamente. Por exemplo, no caso que eu citei,
na próxima Segunda-Feira TODAS as pessoas teriam que estar de roupa rosa,
se não ia ter problema. Só que essa medida provisória só se torna uma lei se o Congresso aprovar essa medida. E eles podem não aprovar. Aí nesse caso, as pessoas voltariam a usar
qualquer tipo de cor de roupa na Segunda-Feira. Só que isso é uma mão de via dupla, porque o Presidente
também tem o poder de vetar alguma lei que foi aprovada
pelos senadores e deputados do Congresso. Agora, se temos uma diretoria que faz todas as regras e tudo mais… A gente vai precisar de outra diretoria
para ter certeza e garantir que essas leis sejam cumpridas. E aí que entra nossa terceira diretoria,
que é o Poder Judiciário. O Poder Judiciário tem vários departamentos. Só que o mais importante deles é o Supremo Tribunal Federal. O famoso STF que vocês ouvem direto
aí nas notícias. Ele tem onze membros
que são chamados de Ministros. Só que não é igual aos Ministros da Educação
e tudo mais do Poder Executivo. Esses caras são juízes. O Supremo Tribunal Federal, como o nome ja diz né… Supremo – É o mais foda, é o mais top. Agora, abaixo dele existem vários outros tribunais. Tem o Superior Tribunal Eleitoral,
Tribunal Superior do Trabalho… E vários outros tribunais. Cada um cuidando de um assunto específico,
e que formam o Poder Judiciário. Tá, Castanhari, mas e a Polícia Federal
que tá toda hora nas notícias saíndo com malas e computadores da casa de políticos e tem o Japonês da Federal, quem são esses caras? Onde eles se encaixam nessa hierarquia? Apesar de ser uma força policial a Polícia Federal está ligada ao Poder Executivo, porque ela é subordinada ao Ministério da Justiça. Lembra dos Ministérios? Então, ela é
subordinada ao Ministério da Justiça. Então, ficou claro, temos nossas três diretorias, né? O Poder Executivo, Legislativo e Judicial… da nossa empresa chamada Governo Federal do Brasil. Só que aí temos uma pegadinha porque existe um órgão independente do Governo. Chamado “Ministério Público Federal” que tem a função de basicamente ficar de olho no que a galera de cada uma dessas três
diretorias está fazendo. É tipo um fiscal da empresa que fica de olho
nas diretorias e nos diretores. Quem comanda o Ministério Público
é o Procurador Geral da República. Se o Presidente, Senador ou Ministro
cometem algum tipo de crime É o Procurador Geral da República
que cai matando em cima do desgraçado. Obviamente o Ministério Público
precisa de liberdade total para fazer o seu trabalho. Inclusive eles também podem acionar a Polícia Federal
para alguma investigação. Só que o Ministério Público
não é visto como um quarto poder. Então temos as nossas três diretorias e o fiscal,
que é o Ministério Público. Se você tá se perguntando… Essa ideia de dividir tudo em três poderes,
não é ideia nossa.
Se você tá se perguntando… Essa ideia de dividir tudo em três poderes,
não é ideia nossa. Esse pensamento rola desde a Grécia Antiga. E ganhou uma versão moderna
que é a Teoria de Tripartição dos Poderes de um filósofo francês chamado Montesquieu. E hoje isso é usado em vários países do mundo porque é um sistema que pode funcionar bem demais. Ou na teoria deveria funcionar.
É como se fosse um triângulo. Os três poderes ficam equilibrados e cada um deles é fiscalizado pelos outros dois. Mas como funciona essa fiscalização, Castanhari? Pra vocês entenderem, vamos fingir que eu sou o presidente da nossa empresa Brasil Ltda. Eu concorri pelo PN, Partido Nostalgia e eu ganhei, ganhei logo no primeiro turno, porque eu prometi trazer a TV Globinho de volta
e todo mundo votou em mim. Então agora eu sou o Presidente Castanhari,
chefe do Governo e chefe do Estado. O quê? Chefe de Governo? Chefe de Estado? Como assim? É porque essas duas coisas são diferentes. O Chefe de Estado é o maior
representante público de um Estado. Só que às vezes esse cara pode não ter
nenhum tipo de poder administrativo. E o Chefe do Governo, é o chefe que manda na diretoria
do executivo dessa empresa. No caso, país. Parece complicado,
mas vocês já viram isso em outros países vocês só não sabiam que era dessa maneira. Como por exemplo, na Inglaterra. Lá, o Chefe de Estado é a Rainha,
porque é ela que representa o Estado Inglês. Só que ela não apita muita coisa, porque quem manda mesmo no Governo
é o Primeiro Ministro. porque é o chefe de Governo do Executivo. Aqui no Brasil,
como rola em vários outros países presidencialistas, as duas funções são exercidas pelo Presidente que é o Chefe de Estado e também o Chefe do Governo. TUDO BELEZA! Só que aí eu virei presidente
e descobriram que que eu sou…que eu sou corrupto! Que eu queria comprar umas câmeras caríssimas,
para gravar os meus vídeos. E eu fui lá e meti a mão no dinheiro público
pra comprar essas coisas. Aí descobriram, e o que acontece? O Ministério Público, que é o fiscal
lá da nossa empresa avisa todo mundo que eu tô roubando. Aí pode rolar um Processo de Impeachment. E aí entra uma coisa que talvez vocês não saibam: Qualquer brasileiro pode pedir a abertura
de um Processo de Impeachment de um Presidente. Só que a única pessoa que pode decidir ou não
se esse processo pode de fato ser aberto é o Presidente da Câmara dos Deputados. Que faz parte da diretoria do Legislativo. Lá, lembra?
Senadores e Deputados que fazem as leis, então… Aliás, todo mundo deve lembrar que até pouco tempo, quem ocupava esse cargo era o famoso Eduardo Cunha,
que hoje está preso. Então, se esse processo é aberto ele passa
pela Câmara dos Deputados e depois pelo Senado. Então aqueles deputados e senadores que eu falei,
nesse caso agem como se fossem juízes Aí dependendo do crime que eu fui acusado, Além de ser afastado da presidência,
eu também posso ser julgado pelo STF. Então essa divisão dos três poderes é muito boa
porque todo mundo trabalha junto e todo mundo fiscaliza todo mundo. O problema é que estamos descobrindo que,
pelo menos aqui no Brasil todo mundo também rouba junto. A gente sempre teve caso de corrupção no nosso país. Isso não é uma novidade. A diferença é que parece que
as investigações nunca haviam ido tão a fundo. A questão é que agora com a Lava Jato, estamos vendo que o negócio tá ficando cada vez mais feio. E a cada escândalo, vemos milhões de reais
desaparecendo dos cofres públicos. Só que como que essas coisas chegaram a esse ponto no Brasil? Mesmo a gente tendo um sistema de governo
aparentemente tão equilibrado? E que mesmo não sendo perfeito,
aparentemente funciona muito bem em outros países. Infelizmente não temos como mapear
a origem da corrupção de cada caso que aparece. Mas existem sim algumas coisas que estão derrubando nosso país e que podemos analisar. Uma destas coisas envolve aqueles empresários
que estão sendo investigados, certo? Toda hora nas notícias “E os empresários…porque é muita grana…” Como eu expliquei,
a nossa Brasil LTDA tem três diretorias e nenhuma delas se chama Grandes Empresários. Ou seja, esses empresários não tinham
que ter nenhum tipo de relação obscura e promíscua, safada, com o nosso Governo. Só que aí esses caras procuravam os nossos políticos: “Me ajuda aqui com essa lei
que tá prejudicando meu negócio!” “Aí eu te dou um tanto de dinheiro aqui
por debaixo dos panos!” E um dos motivos pelo qual isso acontece é que o representante do nosso executivo,
o Presidente, e o Legislativo, o Congresso,
são eleitos separadamente. O presidente, como eu disse,
ele inidica os ministros lá dos ministérios. Só que ele não tem como selecionar
os deputados e senadores do Congresso, porque esses caras são eleitos por vocês, por mim, por nós. O problema é que o presidente precisa
que a maior parte do Congresso apoie ele. Se não ele não consegue aprovar nenhum tipo de proposta, porque essas propostas precisam ser aprovadas
pelos caras do Congresso! Outra questão é que aqui no Brasil
temos uma cacetada de partidos políticos. E esses caras fazem um monte de alianças bizarras. Aí por causa dessas alianças,
depois que rolam as eleições, rola aquela grande distribuição de cargos entre aliados e amigos desses aliados. E aí o Governo fica parecendo um Frankenstein ideológico. E com essa mistureba de partidos,
esse cenário meio caótico, fica ainda mais fácil
pros empresários pedirem uma ajudinha. Outra coisa que rola também é que essas empresas apóiam vários políticos
durante as campanhas eleitorais. O que não deveria ser um problema se todo mundo fosse honesto. Por que o que acontece? Algumas dessas empresas
vão lá e fazem doações milionárias. Todos os candidatos. É festa! Porque aí qualquer um que for eleito, já assume o cargo com o rabo preso,
devendo favores para essas empresas. Ou seja, por causa disso esse sistema
começou meio que a desandar. E por favor, não me entendam mal. Isso não quer dizer que os empresários são todos malvadões e os políticos são virgens que foram corrompidas. Porque se alguma pessoa do governo
ficar sabendo de algum esquema de corrupção, ela tem a obrigação
de avisar o Ministério Público, o fiscal. Só que muita gente do Governo
faz exatamente o contrário. Eles ou pegam a parte deles e ficam na boa, ou eles negociam o silêncio deles. Então tem presidente, ministro,
senador, deputado, procurador, juíz… toda essa galera sendo investigada. E eu sei, eu sei que é clichê,
mas eu preciso falar isso: Vocês sabem né, de que bolso que sai
toda essa grana desviada, todo esse dinheiro de corrupção, né…vocês sabem. É a nossa grana, que deveria estar sendo usada
para construir escolas, hospitais, melhorar a sua qualidade de vida. Principalmente a vida de pessoas que estão
em situações bem precárias aqui em nosso país. Só que essa grana
tá pagando reforma na casa de senador, jatinho de prefeito,
férias de deputado, aposentadoria de ministro…
E como isso pode mudar? Você me pergunta. Bem, se o nosso governo,
como eu disse, é uma empresa, correto? E você acha que você é só um peão,
que trabalha para essa empresa, você está muito enganado. Porque você, eu, somos SÓCIOS dessa empresa! As três diretorias, o fiscal,
todo mundo trabalha pra gente! Então o poder de mudar isso está em nossas mãos! Dê uma olhadinha de novo nos três poderes. O grande lance de uma Democracia, é que A GENTE escolhe as pessoas que ocupam
os principais cargos desses três poderes, dessas três diretorias. E é assim que a gente pode tentar mudar esse país, Escolhendo DIREITO essas pessoas. Muita gente que está assistindo este vídeo agora, vai votar pela sua primeira vez no ano que vem,
pelo menos pra presidente. Então, voltemos para o clichê:
Por favor, analizem o seu candidato! Veja as propostas,
e no Brasil não basta só isso. Veja também se seu candidato é uma pessoa honesta, se nunca esteve envolvida em nenhum escândalo. A internet tá aí, é muito fácil:
Coloca o nome do cara no Google, Veja se tem notícia sobre o cara de corrupção ou sei lá o que. É fácil, se você achar algo sobre esse cara:
Não vote nele. E depois que você votar:
Acompanhe seu político! E se você viu que ele fez merda?
Não o defenda! Isso não é futebol, galera! O seu político preferido não é o seu time do coração. Se você votou nele, mas ele fez merda, tudo bem! É só não votar mais nele e nem defender o desgraçado! O importante é que agora você sabe as funções
de cada uma dessas pessoas que você tem que votar. Tudo bem se você não sabia antes, agora você sabe. E se vocês gostaram desse tipo de vídeo
e querem que eu faça mais, Deixa o seu ‘gostei’ aqui,
porque se tiver muitos eu vou saber que vocês estão curtindo,
aí eu vou fazer mais vídeos como esse pra vocês. Se inscreva aqui no Canal Nostalgia,
caso você ainda não esteja inscrito e veja o outro vídeo que eu fiz,
que é bem parecido com esse que explica a treta entre
EUA e Coréia do Norte e como pode haver
uma Terceira Guerra Mundial tá muito legal, clique aqui… E é isso aí, valeu,
tamo junto!

4.8/5 - (153 votes)